Investigação no DI-FCT-UNL

O Departamento de Informática da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (fundado em 1975) é pioneiro na educação a nível superior em Computer Science e Engenharia Informática em Portugal, tendo sido responsável pelo lançamento do primeiro grau académico (Licenciatura) na área.

Desde 1990 que oferece um curso de Mestrado em Engenharia Informática, recentemente reformulado em proposta de Curso de 2º Ciclo, no contexto do processo de Bolonha. Colabora no International M.Sc. Program in Computational Logic, oferecendo um grau conjunto com a Universidade de Dresden. Integra no presente duas unidades de investigação (o CITI e o CENTRIA) financiadas pela instituição governamental FCT (Fundação para a Ciência e Tecnologia), que no seu conjunto acolhe cerca de 70 doutorados (e seus estudantes), permanentemente envolvidos em actividades de investigação.

O Departamento de Informática da FCT/UNL têm contribuído, numa posicão de liderança a nível nacional, com a formação de Doutores em Informática, tendo estado associado aos primeiros doutoramentos em Informática em Portugal, no início da década de 80. O quadro seguinte apresenta a evolução do número de graus de “Doutor em Informática” concedidos pelo Departamento de Informática da FCT/UNL.

1980-1989 10
1990-1999 15
2000-2006 23
Total 48
N.B.: A segunda maior escola de doutoramento na mesma área científica e na zona da Grande Lisboa formou, no mesmo período (1980-2006), 37 graus de doutor na mesma área, e a terceira escola, 23 graus de doutor (Dados do Observatório Ciência e Ensino Superior).

Mais de 30 alunos encontram-se neste momento a desenvolver os seus estudos de Doutoramento no Departmento: este número é significativo a nível nacional (por exemplo, no ano de 2005 formaram-se 106 novos doutores na área EECS em Portugal, incluindo os graus obtidos no estrangeiro e reconhecidos em Portugal).

Ambos os centros foram classificados com “VERY GOOD” pela última avaliação organizada pela Fundação para a Ciência e Tecnologia. O CENTRIA é o maior centro de investigação português de Inteligência Artificial, e foi o primeiro a ser criado a nível nacional na área. Durante a mesma avaliação, o CITI foi considerado pelos painel visitante como a unidade que, de entre todas as visitadas em Portugal pelo mesmo, lhes pareceu apresentar a atmosfera científica mais entusiástica. Todas as semanas são organizados seminários, e o Departamento acolhe constantemente investigadores visitantes de todo o mundo. Têm sido integrados investigadores em pós-doutoramento, os quais podem desempenhar um papel complementar relevante no enquadramento de estudantes de doutoramento. O reconhecimento internacional e o impacto das actividades de investigação que decorrem no Departamento de Informática da Universidade Nova de Lisboa é significativo; membros dos Centros têm sido convidados para proferir palestras convidadas em eventos internacionais e escolas de verão, para participar em Comissões Científicas de conferências (incluindo de topo) em muitas áreas, para organizar eventos científicos em Portugal, participar em projectos nacionais e internacionais, co-orientar teses em cooperação com colegas de outras universidades na Europa e nos EUA e na Ásia, e participar em júris de doutoramento e agregação (“habilitation”) no estrangeiro, ao mesmo tempo que tem sido mantida uma actividade de publicação muito boa em conferências e revistas internacionais. Mais informação poderá ser obtida nos sites dos respectivos centros: